dessins de nuits lointaines

j'adore, j'adore, j'adore, mon amour! fecho os olhos, borboletas no estômago, saltito entre os carros, boca de beijo, seu mundo me ganha, flutuo como colibri. o coração dispara… j'adore, j'adore, j'adore, mon amour! madrugadas acesas, camas separadas, suspiros distantes, sente? quero te sentir! molho sua boca a distância, respiro seu hálito. falta-me ar… j'adore, j'adore, … Continue lendo dessins de nuits lointaines

você roubou meu coração numa noite de muita chuva.

eu passava por uma estrada deserta. vontades furadas. sem amores estepes. parei e deixei cair sobre mim todas as lágrimas do mundo. quando percebi a beira da rodo- via você chegar a(r)mada. um tiro seco na alma minha carcaça é toda sua. mas antes da bala chegar só deu tempo de avisar eu tô vazio … Continue lendo você roubou meu coração numa noite de muita chuva.