Alguém me disse

Alguém me disse que você ainda me ama. E que nunca me amou. E que tem outras. E que não tem ninguém.
Outro alguém me disse que sou perfeita pra você. E que não temos nada a ver. E que tudo pra nós dá certo. E que tudo entre nós dá errado.
E outro alguém me disse que você tem medo. E que não tem vontade. E que tem certeza. E que não sabe.
E ainda mais um alguém me disse que você só ama o que convém. E que você não ama ninguém. E que só quer me usar. E que não consegue viver sem mim.
Disseram-me um monte de coisas. Tantas coisas que eu já não sei. Só sei que é muito difícil conciliar o que todos esses “alguéns” que eu sou me dizem.

13 comentários em “Alguém me disse

  1. Carina,

    Será um texto ou um espelho? – Estou aqui perguntando.

    Não consigo deixar de ficar surpresa com suas letras e a identificação que encontro nelas.

    Quantas vozes transcritas em perfeição. Qual delas ouvir? Quais realmente falam? Quais são só o que gostaríamos de ouvir?

    Clap clap bela!

    Um bjo

  2. O mais legal da Confraria é que a cada semana me apaixono mais por um de vocês. Dessa vez, você foi a eleita!

    Texto mais que lindo!

  3. Encantadíssima!

    Que complexa simplicidade você escreveu!

    Ah, essa multidão que nos habita…e não se cala…e aida bem….

    CLAP, CLAP, CLAP.

  4. Voce me disse Carina. Disse tudo o que eu pretendia escrever num texto, mas jamais conseguiria. Te juro que gastaria paginas e paginas pra chegarmos na mesma conclusão.
    So tenho que te agradecer por facilitar minha vida, e me poupar do trabalho inutil.
    Seria inutil agora escrever qualquer coisa. Seria ate irrelevante.

    Seu texto é unico.

    Demais!

  5. Um dos textos mais lindos que eu já li. Porque tem tudo que a gente sente mas não sabe traduzir em letras.

  6. Lindo texto!

    Não há conciliação possível, há?
    Prevalece a opinião de “alguém” que esteja no comando… mesmo que a cada hora seja um(a) diferente!

  7. Sempre tenho essas dúvidas, esse sentimento dúbio, que por um lado conforta, por outro é rejeição.

    O melhor nessas horas é sempre acreditar no que nos faz bem!

    Lindo texto!

Os comentários estão fechados.