Memórias

Juro que voce foi meu tudo, minha única loucura. Juro que meu amor era maior quando ao teu lado. Juro por tudo que é mais sagrado, até pelo Deus que você crê. Pelos inúmeros santos, e promessas que fizemos. Juro que somos amantes eternos. Juro que te levo em corpo, alma, letras, musicas, livros, louros, loucos.
Juro.

Nunca soube te olhar dentro dos olhos, nunca consegui ser espontâneo e dizer te amo em publico, nunca pude pegar tuas mãos e entrelaçar os dedos enquanto andávamos pelas calçadas do centro.
Nunca fui doce o suficiente. Nunca rasguei-lhe as roupas. Nunca cometi excessos.
Nunca chorei em teus ombros, sequer lhe cedi os meus. Nunca parei para admirar enquanto dormia.
Nunca.

Te perdi por completo quando esqueci de mim. Te fiz sofrer em doses homeopáticas. Te maltratei. Te maldisse. Te matei. Te fiz sentir dores piores que as do parto. Te dilacerei a alma, preservando o corpo.
Te deixei sequelas profundas. Te dei de presente chagas no coração.

Esquecer de nossas noites será impossível. Esquecer de ti é meu maior castigo. Esquecer nossas cumplicidades era meu maior medo. Esquecer tua voz. Tua caligrafia desenhada. Esquecer o brilho do teu amor. Esquecer diariamente de você. Mas meu castigo é maior. É te ver em meus sonhos. É brigar com meu desejo. Desde o dia que partiu.

                                                      Te esquecer é minha sina. E no final, lembrar que fui o responsável.  

8 comentários em “Memórias

  1. Esquecer nunca é fácil. Eis que ser é muito complicado, quando cheio de memórias. Eis que algumas mulheres jamais morrem em nós. Essa foi a semana dos textos dramáticos, tristes, e vc fechou com chave de ouro.

    abs,
    @paraquenomes

  2. A Confraria é o meu espaço secreto. O meu refúgio. Meu terapeuta. Aqui me desnudo, choro, me encanto, fico puta da vida, digo palavrões. E o que é melhor: de graça! Mas com tanta graça assim, só aqui. Salve, salve!!!

Os comentários estão fechados.