Sou eu

– Por que você tá chorando?
– Não sei.
– É o filme?
– Acho que sim.
– Mas tá na propaganda, tá passando a propaganda do posto Ipiranga!
– É, então acho que não é o filme, talvez seja eu.
– Como assim, você tá triste?
– Não.
– Tá de TPM?
– Não.
– Quer voltar pra casa?
– Não.
– Quer apanhar? (risos nervosos)
– Não. (sorriso sarcástico)
– Então o que é?
– É que quando eu choro, geralmente não sei por que as lágrimas vêm. Às vezes coincide do choro vir no 
meio de uma briga, de uma cena de filme emocionante ou da minha TPM e aí você não se incomoda. Mas 
às vezes o meu choro aparece descontextualizado e você se incomoda, mas é o mesmo choro.
– Mas a gente tava feliz há pouco e agora você tá chorando…
– É. Eu sei.
– Posso fazer alguma coisa por você?
– Apenas suportar que não pode fazer nada, porque não há nada.
– Você é bipolar.
– Não, eu sou mulher. 

8 comentários em “Sou eu

  1. Este texto resumiu meu fim de semana, acho que tem um namorado precisando ler ele, rs!!! Chorar ás vezes á apenas uma terapia, uma forma de mostrar nossa felicidade,e é também reconfortante!!!

  2. Bem humorado seu texto, mas não deixa passar despercebido a essência que possui.
    Nós mulheres choramos muito e, às vezes ou quase sempre, nem sabemos o motivos. Acho que faz parte de nós.
    Amei o texto. Beijo

Os comentários estão fechados.