poeminha clichê

no meio do amor tinha um clichê
tinha um clichê no meio do amor
alguém me explica por que
quem ama rima amor com dor
ligar no meio do dia
só pra dizer que ama
que ridícula é a alegria
pra qual o amor nos chama
 é pura fantasia
dizem que amor nem existe
mas viver é melancolia
se de amar a gente desiste
amar é tropeçar na realidade
mas do chão não passa, já dizia a minha avó
amar é estar junto e ainda assim sentir saudade
é ter um laço com o outro e fazer dele um nó


Um comentário em “poeminha clichê

  1. Todo amor é clichê, é ridículo, é poesia boba e rimas pobres quando visto de fora. Mas pra quem tá dentro o nó emaranhado é mais bonito que qualquer laço de cetim. E você, aqui, conseguiu juntas as duas coisas. 🙂

Os comentários estão fechados.