TRANSIÇÃO

Meu corpo à mercê

do que é e do que não é

é insuportável saber disso

preciso de contornos

para saber menos

com uma urgência que nunca tive na vida

É preciso beijos, flores, chocolates e clichês

é preciso abraços infinitos e queixas vazias

é impreciso mais do mesmo

para suportar o novo

que chega com toda sua potência,

com todo o seu vigor,

e me toma quase que inteiramente

Ah, se não fossem os quases dessa vida,

o que nos sobraria?

Nada sobraria

se não fôssemos

mais do que sobras

Somos sobra de gente

somos sobra dos nossos pais

somos sobras cheias de sopros delicados

de santas, de santos

e principalmente

de pessoas transbordando amores pecaminosos

Somos sobras e sopros

somos potências vibrantes que perambulam por aí

de repente já não sou,

somos em mim

E depois

nada disso vai permanecer

mas nada será como antes

: este é o milagre

 

(Inspiração: Filme Mother)


Desafio da Semana:

5/03 - Filmes que nos impactaram