confesso

sabe,
tenho uma tristeza só minha.
e, infelizmente, passo à você.
eu sei, esse não era o combinado.
mas, como ja havia dito,
não tenho culpa.
é assim, sem controle.
basta um toque,
e sua alegria exaura.
e em você,
repousa minha tristeza.
relaxa, vai!
pois quando saio pela porta
ela também parte.
e, novamente,
a sua alegria
volta.
e em mim,
a tristeza fica,
sem dar trégua.
sabe,
tenho uma tristeza só minha.


Desafio da Semana:

25/06 - Midas

Deixe uma resposta