Oneirikos pagotó

É uma dessas semanas encavaladas, onde as horas ao invés de correrem o espaço circular dos visores dos relógios, são extraídas dos meus ossos, me deixando feito bateria viciada de celular, faminta por carga, faminta por energia para sobreviver mais algumas tarefas, mais alguns passos, até conseguir chegar ao colchão da minha cama e me … Continue lendo Oneirikos pagotó

Silêncio ensurdecedor

Estranhamente o despertador não tocou. Mais estranho ainda era o fato de acordar sozinho. Naquela terça-feira, a pouca luz que rompia o voal das cortinas foi responsável por meus olhos se abrirem. Os pássaros e as buzinas não cantavam. Pessoas não conversavam lá fora. Nada ecoava. Estalei os dedos, bati palma, liguei a torneira, gritei, soquei o espelho. … Continue lendo Silêncio ensurdecedor

Aqui dentro é nada

Acordo e continuo no passado Não importa quantos dias amanheçam Ando de um lado pro outro repetindo diálogos Revivendo erros Chorando por lágrimas já secas Tentando encontrar minha quietude Que no desespero da minha mente Some Onde mesmo quando não falo O desconsolo grita mais alto Acordo e sinto que nada acontece E eu sei … Continue lendo Aqui dentro é nada

ela vazia, cheia dele

Olha em volta Livros. Plantas. Tv. Volta Olha dentro Nada pra você ler Pra ninguém É um emaranhado de frases desconexas contraditórias em transformação E um oco sem sentido que faz eco a cada pedaço de incerteza. A outra ronca Já comeu Vida simples Carência maior Ou ela acredita Quer acreditar. Olha em volta Casa … Continue lendo ela vazia, cheia dele

Quero atirar em você com a minha metralhadora

A música estourava meus ouvidos e eu queria mais. Precisava de mais. Tentei aumentar e já estava no talo. Apertei com ódio o botão num ataque de nervos. Meus dedos latejaram. Senti a unha fraca quebrar. Continuei apertando em vão e mesmo assim a música não abafava todo o meu barulho interno. Arranquei o fone … Continue lendo Quero atirar em você com a minha metralhadora

Você tá brava ou é de áries?

Caprica?! Ihh, to fora. Raça ruim, fria. Cê só deve ligar pra dinheiro. Já namorou é? Quantos? Muito tempo? Sete anos, puxa, muita coisa. Mas deve ter sofrido o coitado. Duvido que não. Você que sofreu? Nossa, qual era o signo dele? Ih, devia se achar! Não? Qual foi o problema então? É, Austrália é … Continue lendo Você tá brava ou é de áries?

O homem tsunami

Encosto na cadeira. Respiro fundo e decido sair. Pego minhas coisas. Alguns me perguntam onde eu vou. Se está tudo bem. Não respondo ninguém. Passo o crachá na saída da catraca. A recepcionista começa uma frase, mas o som fica longe, imperceptível. Jogo a mochila no banco de trás. Dirijo. Pego a Marginal. Milagrosamente livre. … Continue lendo O homem tsunami