Uma nota que seria pra você ler se eu não tivesse te matado

Escolhi o Bairro Alto estrategicamente. Por causa dos bares e das ruas na lateral. Acabei me esquecendo das ladeiras. A ideia foi simples: Jantar romântico. Estar incrivelmente linda. Te matar. Deixar seu corpo largado ao pé daquela mansão que a gente falou que queria morar junto. Voltar para nossa casa, agora só minha, parando em … Continue lendo Uma nota que seria pra você ler se eu não tivesse te matado

Se eu tivesse tirado férias nada disso teria acontecido

Como ela consegue virar pro lado e começar a ler? Como é que ela consegue fazer qualquer coisa depois desse dia todo sem a gente ter resposta alguma? Ela nem tentou saber da onde veio aquilo. Simplesmente não ligou. Disse “devem ter errado de casa” e pronto. A capacidade que ela tem de se desligar … Continue lendo Se eu tivesse tirado férias nada disso teria acontecido

Kintsugi

As árvores passavam voando ao seu lado.  Vultos estáticos. E mesmo sabendo que eram somente árvores, ela jurava que ouvia assobios.  Com certeza eufóricos com a sua rapidez.  O vento continuava, e não desmentia.  Pedais compassados, ultrapassavam seus próprios recordes.  Para Akemi, ter uma irmã gêmea era todo dia tentar ser outra.  Alguma que fosse … Continue lendo Kintsugi

Amarelo brilhante

Quando eu era criança, minha avó me contou que cada medo tinha uma cor diferente e que se olhássemos atentamente, veríamos várias cores andando por aí vestidas de pessoas. “Então é por isso que o Batman é preto, vó? Porque ele não tem medo de nada?” Depois cresci e não tinha tempo para medos e … Continue lendo Amarelo brilhante

Bolinhos salgados sabor chocolate

No começo não se sabia direito porque Ângela vomitava. Logo ela, que sempre aguentou bem as peripécias do mar. Quase quatro anos sem passar mal, nenhuma passadinha, e agora isso. Não importava quanto o barco balançava, ela tirava de letra, e agora isso. Alberto se preocupava, mas não podia tirar os olhos do resto. Comandar … Continue lendo Bolinhos salgados sabor chocolate

Seu beijo, faz a memória falhar.

Estar apaixonada é perder alguns sentidos, em troca de viver num universo utópico de mim mesma. A vida nunca foi muito interessante antes de você. Não achei que a audição e a fala fossem me fazer tanta falta. E além disso, você dormindo agora, continua o mais lindo. O seu corpo no meu era o … Continue lendo Seu beijo, faz a memória falhar.