Se eu tivesse tirado férias nada disso teria acontecido

Como ela consegue virar pro lado e começar a ler? Como é que ela consegue fazer qualquer coisa depois desse dia todo sem a gente ter resposta alguma? Ela nem tentou saber da onde veio aquilo. Simplesmente não ligou. Disse “devem ter errado de casa” e pronto. A capacidade que ela tem de se desligar … Continue lendo Se eu tivesse tirado férias nada disso teria acontecido

Um par de chinelos verdes

Um par de chinelos verdes. Fora da caixa, mas aparentemente novos, sem marca de uso ou sujeira, com aquele cheiro inconfundível de borracha. Toco a campainha do vizinho, Oi, bom dia, esses chinelos são seus? Não são, nem dele e de nenhum dos outros vizinhos que perturbo naquela manhã de domingo. Um par de chinelos … Continue lendo Um par de chinelos verdes

Quebra-cabeça

Acordou com a mesma sensação estranha. Olhou à volta procurando por algum sinal, por alguma coisa que conseguisse reconhecer. Os dias seguiam uma rotina cruel. Um desamparo a céu aberto. Sim, era seu quarto, não tinha dúvida disso. Mas a sensação estranha insistia. Levantou-se e caminhou lentamente para o banheiro. Esfregou os olhos uma, duas … Continue lendo Quebra-cabeça

domingo pé de cachimbo

hoje é domingo. aliás, o domingo! não estava conseguindo esperá-lo chegar. logo após sujar os pratos colocarei tudo em pratos limpos. todos reunidos em torno da mesa. a mãe puxa uma oração. ele puxa uma outra oração, só que internamente, pois não tinha o mesmo credo que os demais. acreditava em outras coisas, outras palavras, … Continue lendo domingo pé de cachimbo

Todo domingo eles fazem tudo sempre igual

Pedro e Julia são sempre os primeiros chegar, precisando tocar a campainha três vezes antes da porta ser aberta porque ninguém na casa de Joana está pronto ainda. São recebidos por José e repetem o mesmo diálogo sobre pontualidade enquanto José termina de abotoar a camisa e Joana entra na sala com Maria Clara logo … Continue lendo Todo domingo eles fazem tudo sempre igual